in

O que devo fazer com o meu cachorro engasgado?

O que devo fazer com o meu cachorro engasgado?
O que devo fazer com o meu cachorro engasgado?

É muito comum ver cães que ingerem ossos, brinquedos, meias ou qualquer tipo de corpo estranho. Tudo para eles podem ser uma diversão. Mas a brincadeira pode não acabar muito bem, por isso você deve sempre estar atento para saber se o seu pet está engasgado.

O cachorro engasgado apresenta alguns sinais. São eles: balança a cabeça sem parar, choraminga, bate as patas na boca, mantém a boca aberta, não para quieto, dá ânsia e saliva em excesso.

No entanto, qualquer coisa que ele pode ter ingerido pode não ser grande o suficiente para causar incômodo no momento. Por isso, o cão pode passar algumas horas sem manifestar os sintomas citados acima, mas o objeto precisará ser retirado com urgência, independente se ele apresenta sintomas rápidos ou mais demorados.

Cachorros engasgados sofrem riscos. O mais comum é que o engasgamento faz com que cause um bloqueio da respiração do peludo e, assim, dificulta toda a entrada de ar, podendo causar desmaios e até asfixia.

Como diferenciar a tosse do engasgo?

Tente notar se o seu cachorro consegue engolir. Se ele conseguir, é bem provável que ele não esteja engasgando. Outra situação que pode ser muito confundida pelos tutores é o colapso de traqueia, que é onde o cão fica tossindo, produzindo um som muito alto.

O colapso de traqueia é um problema muito comum em alguns pets. O colapso é uma redução do diâmetro da traqueia que interfere no fluxo de ar. 

Agora, se você não percebeu o que aconteceu com o seu peludo, leve imediatamente ao médico veterinário. Tente contar para ele tudo o que pet teve de contato nas últimas horas: objetos pontiagudos, brinquedos, comida, ossos, panos, medicamentos e até gravetos.

O que devo fazer com o meu cachorro engasgado?

Primeiramente, você deve observar se o cão consegue vomitar sozinho. Se sim, será melhor. Por isso, observe uns dois minutos para ver se ele voltará a respirar bem. Caso ele não melhore em alguns minutos, abra a boca dele, apertando delicadamente na articulação da mandíbula e mova a sua língua para o lado para saber o que está causando o engasgo.

Atenção: Se o cachorro começar a ficar roxo e angustiado não espere, corra imediatamente para o hospital veterinário.

Um ponto muito importante é a relação do tipo de objeto que causou o engasgamento. Alguns corpos estranhos em fios e pontiagudos, comprometem ainda mais a situação do peludo caso eles não sejam removidos adequadamente. Alguns tipos de objeto têm uma consequência mais graves.

Quando o cão engole objetos pontudos o risco é de cortar ou perfurar a garganta e outros órgãos internamente. Já os objetos em formas de fios podem se prender em diversos lugares e, ao tentar puxar, os órgãos podem rasgar.

Por isso, nestes casos nunca tente induzir o seu peludo ao vomito ou até mesmo retirar o objeto. Como destacamos vários vezes nesse artigo o ideal é correr com o seu pet para uma clínica ou hospital veterinário. Dessa forma, o médico veterinário avaliará a situação do cachorro.

Conheça as principais doenças em cães

Conheça as principais doenças em cães

Porque os cães uivam tanto?

Porque os cães uivam tanto?