in

Saiba aqui quais são as plantas tóxicas para os cães

Saiba aqui quais são as plantas tóxicas para os cães
Saiba aqui quais são as plantas tóxicas para os cães

Você já se perguntou algum dia da sua vida quais são as plantas tóxicas para cães? Acompanhe esse artigo que iremos disponibilizar algumas informações sobre o assunto.

Imagina que em sua casa você monta um jardim. Na sua pequenina flora tem de tudo: trepadeiras, flores coloridas, folhagens e com cheiro muito suave e outras com aromas marcantes. Apesar de serem maravilhosas, uma boa parte das plantas podem ser extremamente tóxicas para o seu cachorro e leva-lo até a morte.

Por curiosidade ou por tédios, muitas vezes os peludos acabam mordiscando e comendo parte das plantas. Por isso, em caso do cachorro estar intoxicado, os primeiros sinais costumam aparecer já nas primeiras horas e, em alguns casos, os sinais podem durar dias.

Por isso, antes de trazer uma planta para a sua morada, pesquise sempre se ela é venenosa e se pode apresentar algum risco à saúde do seu cachorro. No entanto, se você já possui alguma e só descobriu que ela é tóxica, mantenha fora do alcance do peludo.

O que fazer com a intoxicação por plantas tóxicas para cães?

O primeiro passo é limpar a boca do peludo com água corrente. Mas tenha cuidado para não fazer ele engolir os resíduos e não afogar. Assim, você consegue retirar quaisquer resquícios da planta ou de seiva que sobrou por ali. Nunca provoque vômito e não de nada para o cão comer, muito menos água.

O segundo passo mais importante é leva-lo imediatamente a um médico veterinário. E ah, não esqueça de levar uma amostra ou uma foto da planta tóxica. É muito importante que o veterinário saiba qual foi a planta ingerida para escolher o melhor tratamento.

Para ajudar a prevenir o seu cachorro coma alguma planta tóxica, iremos disponibilizar uma lista com algumas plantas tóxicas mais comuns. Mas atenção, caso você não encontre na nossa seleção a sua planta isto não quer dizer que ela não seja tóxica.

As principais plantas tóxicas são: comigo-ninguém-pode, copo-de-leite, costela de adão, azaleia, antúrio, babosa, begônia, bico-de-papagaio, jiboia, espirradeira, coroa de cristo, dama da noite, samambaia, tulipa e hortênsia.

Todas essas plantas tóxicas citadas acima têm um princípio ativo que provoca irritação e sensação de queimação na boca, lábios e língua, salivação excessiva, dificuldade de engolir e vômito.

A azaleia e espirradeira têm uma substancia que causa problemas digestivos e cardíacos. Os sinais mais comuns são: aumento ou diminuição da frequência cardíaca, diarreia com sangue ou persistente, dor abdominal, vomito, perda de coordenação motora, desânimo e convulsões.

A planta Babosa quando ingerida o cachorro pode apresentar sinais de desânimo, diarreia, tremores, vômito e alteração na cor da urina.

O Bico-de-papagaio e coroa de cristo em seu princípio ativo causa irritações na boca e no estomago, coceira na pele e vômitos.

A planta Dama da Noite quando ingerida, poucas horas após o seu consumo, o cachorro pode ter vomito, boca seca, falta de coordenação motora, náusea, visão alteração, tremores, comportamento anormal e convulsões.

O Hibisco pode ser muito perigosa para os pets. As flores causam vômitos, diarreia, perda de apetite e náuseas.

Saiba como criar um cachorro em apartamento

Saiba como criar um cachorro em apartamento

Seu cão costuma coçar mais que o normal?

Seu cão costuma coçar mais que o normal?